topo

Postado em 25 de Março às 14h44

4 Dicas para Evitar Fraudes em seu e-commerce!

Com a pandemia do Coronavírus Covid-19, as compras online tiveram um aumento significativo no Brasil, muitos lojistas lançaram cupons de desconto e até mesmo frete grátis para alguns produtos. Mas, diante a tanta informação e fake news o lojista precisa ficar atento.
Para o lojista que possui uma loja virtual, é de suma importância estar atento no que diz respeito às mais diversas tecnologias, principalmente no que tange à segurança de suas informações, bem como de clientes, além das transações realizadas como um todo.
E como conseguir identificar os fraudadores em potencial?
Veja a seguir, 5 dicas para cuidar de ponta a ponta das operações de seu e-commerce!
Direto ao que interessa: compras com valores altos
O lojista que possui um controle financeiro bem feito, sabe que existem determinadas regiões que vendem mais, além de entender seu fluxo de caixa, observando por exemplo, ticket médio da loja física x e-commerce.
Uma dica fundamental para identificar possíveis fraudes, é monitorar aqueles pedidos que não respeitam um padrão pré-estabelecido, principalmente aqueles com valores exorbitantes.
Uma boa forma de realizar esse acompanhamento é ter um sistema de gestão, onde você consegue verificar a média de gastos padrão de clientes ou ainda, estar de olho naquele que ainda não é seu cliente e realiza uma compra com um valor alto.
O básico: informações de sua empresa
Como comprar de um negócio que não possui um CNPJ ou até mesmo um endereço físico?
Mostre quem é sua empresa para o consumidor, divulgando todas informações em seu site, afinal, estes dados também fazem parte da estratégia de transmitir confiança ao usuário.
Divulgar parcerias com marcas conhecidas funciona muito bem também. O co-branding acaba por reforçar uma empresa nova sob o guarda-chuva de uma marca já consolidada. Aposte.
Dados sensíveis: você sabe o que são?
A fim de evitar as fraudes em e-commerce, especialistas em segurança na web indicam que seja realizada a limpeza frequente dos dados relacionados aos usuários do site, como exemplo, informações de cartões de crédito.
Mantenha apenas os dados referentes ao pedido, para casos de chargeback, devolução ou, é claro, para a entrega da compra.
Uma dica aqui é armazenar este tipo de dado diretamente com o gateway de pagamentos, de acordo com regras PCI* (PCI Security Standards Council, conselho formado pelas empresas American Express, Discover Financial Services, JCB International, MasterCard e Visa, o qual estabelece normas que garantem a segurança dos dados de cartões de crédito nas transações eletrônicas).
Tecnologia de ponta: certificados e criptografia
Segundo pesquisa recente da Econsultancy, consultoria de marketing com escritórios nos Estados Unidos e Europa, para que qualquer consumidor realize compras em um e-commerce, é necessário transmitir a ele a sensação de segurança, a fim de gerar confiança e por fim a compra em si.
Desta forma, se faz necessária a utilização de alguns selos, a exemplo do SiteLock, ReclameAqui, Site Blindado ou ainda Norton Secured.
Cada um destes certificados tem uma função: alguns deles atestam aos usuários que a loja identifica e corrige vulnerabilidades, outros realizam varreduras periódicas no site, protegendo o mesmo contra ameaças e temos ainda os que atestam o bom relacionamento da marca com consumidores.
Pesquise bastante, pois os planos possuem diversas opções e valores distintos, seja pelo tipo de verificação, a frequência de análise, dentre outros.
Dica bônus: você sabia que ao realizar a instalação do certificado SSL em seu site (este refere-se à criptografia de dados), o mesmo colabora para o marketing digital orgânico de seu site?
Este certificado irá contribuir para a melhora da sua loja em SEO (search engine optimization, em português, a otimização para mecanismos de busca, como Google Bing e Yahoo), ou seja, a chance de seu e-commerce aparecer melhor ranqueado nas buscas do Google aumentarão consideravelmente!
Como diz o ditado, saia na frente e “navegue em águas praticamente limpas” no comércio eletrônico brasileiro, sem descuidar da segurança e boas vendas!

Veja também

Qual a importância do alinhamento de Canais de Comunicação com a Logística no Varejo?20/02/19 A unificação de processos logísticos é fundamental para que todo negócio prospere no varejo. E quando falamos em e-commerce, apesar da crise, este mercado continua a crescer no Brasil afinal, propicia a aquisição de produtos em praticamente todos os lugares do país. Para isso, o empresário que deseja ter sucesso em suas operações,......
Atacarejo: uma tendência que veio para ficar! 16/03 Você já ouviu falar de atacarejo? Apesar desta palavra soar um tanto quanto estranha, é muito simples imaginar o significado com a junção das palavras atacado e varejo, uma tendência que parece que chegou para......

Voltar para Blog do Lojista